sodexo-logo-qualidade-vida

Qualidade de Vida nas Empresas

Tendências na Gestão de Recursos Humanos

Feb 14, 2019 6:30:06 PM por Sodexo

 

Tendências na Gestão de Recursos Humanos

A sociedade está a digitalizar-se e a Gestão de Recursos Humanos sofre as consequências paralelas, principalmente porque lida com pessoas que lhes fornecem as mais variadas informações. Informações que servirão para análises e profiling para vários fins. Até onde as mudanças de 2018 influenciam as políticas de Gestão de Recursos Humanos?

O que marcou 2018

2018 ficou marcado pelo RGPD (Regulamento Geral da Proteção de Dados), e isso ditou uma série de mudanças na aquisição e tratamento de dados das entidades. O novo regime legal obriga a uma série de autorizações para proteção no uso desses mesmos dados.

Os bancos de dados, os arquivos de currículos são um dos alvos abrangidos por esta nova legislação e o cuidado na utilização dessa informação é imprescindível para a boa relação dos intervenientes: empregadores, recrutadores, recrutados e intermediários.

A digitalização da sociedade pretende permitir e facilitar a troca de informação. O Big Data está bem presente nas nossas ações diárias e nos Recursos Humanos não é diferente.

Tendências tecnológicas 

De acordo com a Seresco – multinacional especializada na entrega de soluções tecnológicas e de transformação digital – a Inteligência Artificial (IA) já saiu do foro da possibilidade futurista e ganhou um lugar bem premente na sociedade. O Big Data e o Machine Learning são áreas que quando conjugadas têm promovido o desenvolvimento do outsourcing de determinados serviços. A capacidade de decisão das máquinas (através de algoritmos) sempre com o apoio humano tem apoiado a gestão de várias áreas no contexto empresarial.

Parece complexo, mas é muito simples: vejam-se as plataformas online como o Youtube ou o Linkedin. Ambos devolvem resultados, orientam pesquisas e conteúdos de acordo com o nosso perfil, pesquisas, interesses e hábitos de consumo. É isto que representa colocar na mesma equipa o Big Data, a IA e o Machine Learning.

E no dia a dia, que seria de nós sem a cloud? Os webmails, os OneDrives, Dropboxs, Google Drives que usamos todos os dias para partilhar conteúdos profissionais e pessoais sem necessitar de nada mais que um acesso à Internet.

Na segurança financeira e do processamento salarial, a blockchain – tecnologia de encriptação de dados – vem garantir a segurança das informações e dados transacionados.

Todas estas são novas ferramentas de trabalho com que a “nova” Gestão de Recursos Humanos tem de operacionalizar. Mas isto exige uma verdadeira reestruturação das atividades empresariais, obriga à mudança de mentalidades, atitudes e práticas. E nada disto é possível sem uma forte liderança desde o topo, uma visão estratégica (logo, a longo prazo) e a capacidade de assumir riscos.

Recrutadores, clientes e colaboradores

Mas esta transformação digital não é unilateral. E cabe aos recursos humanos entender a digitalização da economia e do tecido empresarial como mais que um processo. Deve fazer parte do ecossistema da organização e deve estar na base da atuação dos recrutados.

Independentemente da idade ou do género, a apetência dos colaboradores pode determinar o sucesso da resposta da empresa ao contexto atual, global e digital. E isso deve ser refletido na experiência dos clientes e utilizadores.

As previsões para 2020 do IDC Portugal são bastante peretórias: Realidade Virtual, dados biométricos, algoritmos, IA e privacidade. Todos estes conceitos farão parte da realidade da Gestão de Recursos Humanos.

E 2020 é já ao virar da esquina!

A Mobilidade e a Internet das Coisas (IoT: Internet of things) trazem-nos a eliminação de fronteiras pois os recrutamentos são feitos a partir de qualquer parte do mundo para qualquer local, sendo que os interessados em ser recrutados podem desempenhar as suas tarefas igualmente de qualquer local. Este desafio é já uma realidade nas empresas portuguesas e a mobilidade revê-se na flexibilidade e teletrabalho que já tanto se pratica.

 

O gap entre as empresas nacionais e internacionais ainda é muito acentuado e a lentidão da digitalização da nossa economia (e a resistência à mudança que verificamos ainda em alguns setores) pode, na realidade, prejudicar o crescimento económico num futuro próximo.

Contudo, as mudanças estão a ser fomentadas pelos Governos e pela necessidade das próprias empresas se modernizarem para responderem a um mercado cada vez mais global.

E por mercado, entenda-se clientes e colaboradores. Queremos atrair os melhores clientes, mas também os melhores talentos para valorizar a nossa oferta e capacidade de resposta. E são estes os desafios cada vez maiores da Gestão dos Recursos Humanos.

 

Tópicos: Motivação

Sodexo

Publicado por: Sodexo

Subscreva a nossa newsletter!

Se tem interesse em temas relacionados com o bem-estar dos colaboradores ou a felicidade nas organizações, subscreva este blog.

Quer saber mais sobre a Sodexo?

Saiba aqui

O Blog “A Qualidade de Vida nas Empresas” by Sodexo pretende gerar insights sobre os novos desafios organizacionais. Na Sodexo, acreditamos num local de trabalho centrado no employee experience, onde as pessoas podem inventar, inspirar, liderar, aprender e criar um amanhã melhor. Este é um espaço aberto à discussão, por isso, contamos com o contributo de todos!

Quer saber mais sobre a Sodexo?

Saiba aqui

7 tendências que potenciam a mudança nas organizações

global-workplace-trends-2018

O bem-estar dos colaboradores é essencial pois estes são os agentes-chave no crescimento e evolução da sua empresa.

Aceda aqui ou veja o vídeo:

video

os mais populares

os mais recentes

3-premios