sodexo-logo-qualidade-vida

Qualidade de Vida nas Empresas

O local de trabalho pode ser emocionalmente inteligente?

Dec 18, 2019 5:31:47 PM por Sodexo

 

Pode-o-local-de-trabalho-ser-emocionalmente-inteligente

Estudos indicam que experienciamos 500 emoções por dia. Só esta informação é indicador suficiente da importância de trabalhar a Inteligência Emocional no ambiente de trabalho. A IE (ou QE) transforma-se assim numa competência chave em ambiente profissional. Mas como promovê-la no local de trabalho?

Importa começar por explicar que Inteligência Emocional (IE) ou Quociente Emocional (QE) se referem à capacidade que cada um de nós tem de percepcionar, compreender e gerir os seus sentimentos e emoções.

Em ambiente empresarial, a IE está nas soft skills, tão relevantes para determinados cargos ou tarefas. Estes conceitos tornam-se ainda mais relevantes quando enfrentamos uma realidade atual competitiva e ultra focada na performance e nos resultados.

Mas em que consiste a IE?

Importa começar por explicar que Inteligência Emocional (IE) ou Quociente Emocional (QE) se referem à capacidade que cada um de nós tem de percepcionar, compreender e gerir os seus sentimentos e emoções.

A maioria dos autores apontam para 4 fatores, embora alguns adicionem um 5º elemento, que caracterizam a nossa IE.

1. Autoconsciência
2. Consciência Social (Competências Sociais)
3. Autorregulação
4. Gestão de Relações (Empatia)
5. Motivação Intrínseca e Extrínseca

Uma elevada inteligência emocional está diretamente ligada ao sucesso individual, profissional e empresarial. Pessoas com inteligência emocional apresentam uma melhor performance, logo, mais satisfação com o trabalho e a vida em geral. Esta relação direta é mais evidente nos gestores de topo, sendo que esse é também um fator relevante na IE de toda a equipa (quem é gerido por um gestor inteligente emocionalmente tende a ter maior inteligência emocional, pois assimila atitudes e comportamentos associados ao elevado QE.).

Mas isso contagia-se ou aprende-se?

Sim. E sim. A afirmação anterior de que chefias com maior IE tendem a ter equipas com maior IE, sumariza isso mesmo. Não se tratando de um contágio de âmbito médico, a realidade é que a inteligência emocional treina-se e é passível de aprendizagem. A mesma verdade aplica-se à inteligência emocional no local de trabalho.

A mensagem que queremos transmitir é que as organizações podem implementar técnicas para trabalhar a IE das suas equipas e com isso melhorar a performance. Tornar o ambiente de trabalho Human Centric é o desafio para alcançar estes resultados.

Porquê Human Centric? Porque é centrando-nos nas pessoas que conseguimos motivá-las, e otimizar o seu desempenho, para que tenham a oportunidade de explorar o seu potencial máximo.

5 ações centradas nas pessoas que promovem a inteligência emocional no local de trabalho

1. Recrutar à partida pessoas com Inteligência Emocional.
· Não é simples nem fácil, mas atualmente as áreas da psicologia laboral e dos recursos humanos estão tão avançadas que têm as suas próprias ferramentas para aferição das competências emocionais dos candidatos.

2. Implementar programas de treino para melhorar as competências de IE dos colaboradores.
· Ações de teambuilding para desenvolver técnicas de trabalho em equipa e encontrar um espaço onde seja possível criar empatia entre as pessoas. Isto resulta em equipas mais coesas com maior inteligência emocional “coletiva”.

3. Programas e Serviços de Bem-Estar
· Integrar no horário de trabalho atividades como o Yoga, Mindfullness, Técnicas de Autorregulação, etc.

4. Experiência no local de trabalho melhorada e adequada às necessidades emocionais dos seus colaboradores. É necessário redesenhar a experiência do local de trabalho, em muitas das nossas empresas ou seja, repensar o espaço de trabalho para as pessoas.
· Luz natural, plantas, conforto e postura correta assegurados.

5. Usar elementos de avaliação da motivação, satisfação, IE das pessoas e do sucesso organizacional para melhorar de futuro.

Estas pequenas grandes “ações” ajudam à gestão das emoções e “ensina” a geri-las, ou seja, ensina as pessoas serem mais inteligentes emocionalmente.

Mas qual o verdadeiro impacto no local de trabalho?

Estes são os tópicos que mais sofrem com a falta de Inteligência Emocional:

1. Comunicação
· Ou a falta dela. Sem comunicação não compreendemos o outro, logo, não criamos empatia com ele. Essa falta de comunicação e empatia resulta numa gestão deficitária das emoções provocando comportamentos inadequados (tons de voz, explosões emotivas, falta de paciência, etc).
· Estes comportamentos inadequados geram em nós e nos que nos rodeiam níveis de stress mais elevados, provocando uma gestão mais deficitária das emoções. E isto é um ciclo vicioso que prejudica as pessoas e a sua produtividade.

2. Tomada de Decisões
· Menos comunicação implica também dificuldades no processo de tomada de decisão, por representar menos debate, menos troca de ideias, menos partilha. E este ambiente de trabalho não só funciona pior, como as decisões tomadas não são as melhores.
· A reduzida inteligência emocional não permite criar empatia em full mode nem a troca de ideias, logo, prejudica o nosso entendimento do que nos rodeia.
· Sem empatia e sem comunicação os processos de colaboração e cooperação saem, claramente, prejudicados

3. Engagement com clientes
· Os clientes são os que sofrem, em última instância, com um ambiente de trabalho e pessoas com reduzida Inteligência Emocional.

Gerir emoções não é, de todo, tarefa fácil. Mas é demasiado importante para ser deixado nos planos escritos. Há que colocar em prática ações que facilitam essa gestão.

 

Tópicos: Motivação

Sodexo

Publicado por: Sodexo

Subscreva a nossa newsletter!

Se tem interesse em temas relacionados com o bem-estar dos colaboradores ou a felicidade nas organizações, subscreva este blog.

Quer saber mais sobre a Sodexo?

Saiba aqui

O Blog “A Qualidade de Vida nas Empresas” by Sodexo pretende gerar insights sobre os novos desafios organizacionais. Na Sodexo, acreditamos num local de trabalho centrado no employee experience, onde as pessoas podem inventar, inspirar, liderar, aprender e criar um amanhã melhor. Este é um espaço aberto à discussão, por isso, contamos com o contributo de todos!

Quer saber mais sobre a Sodexo?

Saiba aqui

7 tendências que potenciam a mudança nas organizações

global-workplace-trends-2018

O bem-estar dos colaboradores é essencial pois estes são os agentes-chave no crescimento e evolução da sua empresa.

Aceda aqui ou veja o vídeo:

video

os mais populares

os mais recentes

3-premios